segunda-feira, 20 de julho de 2009

Para sempre

Mentirosa Rainha de Copas


Isso mesmo, mentirosa!

Você me mentiu todas as promessas que fez! Todas as promessas!TODAS! E eu engoli todas. Traguei como a fumaça incomoda de cigarro barato. Esperando um prazer que sabia que viria nunca. Nunca Rainha. NUNCA!

Agora estão elas aqui, as promessas, escorrendo pelo meu rosto. Secam mas não cessão. Que inferno, elas não cessão! Esqueci a maioria mas elas ainda doem. Doem tanto. TANTO! Quando vão parar? Essa merda não para? Você não pode ser sincera nem na sua ultima promessa? Você disse que eu não me preocupasse porque passava e porque não passa? Porque essa merda não passa? Porque você não passa? Porque Rainha, você não passa?

Eu sei que errei. Sei quanto errei. Amarguei tanto cada erro. Já não é castigo demais ter te perdido? Eu tento tanto Rainha, me entregar a outra pessoa, mas não consigo. Chega um momento que me canso de enganar alguém que ta tentando me fazer bem e desisto. Mentira! Nunca fui tão bonzinho assim, sou egoísta. Eu me canso é da pessoa. Me canso de olhar para o lado e ver que não é você que esta lá. Me canso de dormir sem teu cheiro e não ser acordado por teu beijo.

Então eu dou qualquer desculpa vagabunda e volto a remoer tudo que você não sente mais por mim. Como o idiota e fraco que sou. Desmerecedor da coroa sobre minha cabeça e até mesmo do chão nos meus pés.

Essa foi a ultima promessa que você me fez Rainha. Que eu não me preocupasse pois ia passar. Porque não passa?

Clemência Rainha! Suplico por sua clemência! Passe na minha vida! Eu só quero que você passe!


Humildemente


Rei de Espadas

Um comentário:

Driele Venâncio disse...

Me identifiquei com o que tu escreveu.